NOTÍCIAS

Cietec conclui implantação do Cerne 1

Após 14 meses de trabalho, a equipe gestora do Cietec e os consultores da Engequali terminaram os trabalhos de mapeamento de procedimentos na incubadora para o Cerne (Centro de Referência para Apoio a Novos Empreendimentos Inovadores). Foram verificados o nível de maturidade de nove processos e 32 práticas-chave, indicando os meios de confirmação desse nível e possíveis melhorias. Todas as coordenadorias passaram por reuniões com os consultores, visando ao aprimoramento geral da gestão.

No primeiro passo para a certificação, dentro do programa promovido pela Anprotec e pelo Sebrae, a incubadora implementa atividades relacionadas ao apoio no desenvolvimento dos empreendimentos. Para receber a certificação, essas atividades, devem estar pelo menos em sua fase inicial, ou seja, a incubadora utiliza procedimentos para execução das práticas e mantém registros dos resultados dessa execução, dentro dos processos de sensibilização e prospecção; seleção; planejamento; qualificação; assessoria e consultoria; acompanhamento, orientação e avaliação; apoio à graduação e projetos futuros; e gerenciamento básico. Segundo o manual do Cerne, nesse nível, “a incubadora demonstra que tem capacidade para prospectar e selecionar boas ideias e transformá-las em negócios inovadores bem-sucedidos, sistemática e repetidamente”.

Para concluir os trabalhos, foram realizadas mais de três mil horas de reuniões entre os consultores Luis Buda, Marcelo Sant’Anna e Alberto Lanari, da Engequali, e os gestores e funcionários do Cietec. Quinze empresas recém-incubadas também passaram por sessões de mentoria e monitoramento no modelo desenvolvido segundo a partir das novas demandas.

Claudio Rodrigues, presidente do Cietec, comenta que a incubadora está pronta para receber a certificação da Anprotec. “O trabalho desenvolvido pelos consultores deixou a incubadora no chamado estado inicial, visando uma gestão mais profissionalizada de todos os processos e colaborando para o crescimento das empresas associadas”, contou.

O consultor Luis Buda, por sua vez, explicou que, em alguns procedimentos, o Cietec está além da fase inicial. “Temos áreas que estão definidas, estabelecidas ou sistematizadas, segundo a metodologia, o que indica um grau de maturidade muito bom da incubadora como um todo”, exemplifica o engenheiro de qualidade. “Agora, os processos devem estar correndo como o descrito para termos sucesso na certificação final”, conclui.

Para a realização da auditoria autorizada do Sebrae e Anprotec, e consequente certificação, o Cietec aguarda a publicação do edital para esse propósito.

FALE CONOSCO

Entre em contato conosco pelos telefones:  (11) 3039-8300 clique no botão abaixo e preencha o formulário de contato. Será um prazer atende-los!
Veja mais