NOTÍCIAS

Cietec e Agência USP de Inovação realizam curso voltado à gestão de incubadoras de empresas

Cerca de 40 profissionais interessados em habitats de inovação, ligados a prefeituras, universidades e parques tecnológicos estiveram presentes nos dois dias do curso de Gestão de Incubadora de Empresas de Base Tecnológica promovido pelo Cietec nos dias 19 e 20 de fevereiro.  Proferido por consultores credenciados do CERNE (Centro de Referência para Apoio a Novos Empreendimentos), o conteúdo, sobre fundamentos da gestão de incubadoras de empresas, foi abordado em quatro módulos temáticos: aspectos administrativos; organização e projetos de uma incubadora; os incubados; e fomento.

Luciane Ortega, vice-coordenadora da Agência USP de Inovação, entidade parceira na realização do evento, abriu a programação, explicando a experiência da Universidade de São Paulo no gerenciamento de incubadoras de empresas. A professora e idealizadora da Incubadora de Empresas da USP Leste destacou que a intenção do curso foi dar o primeiro passo para a realização de um programa de extensão e aperfeiçoamento sobre o tema.

Já Sergio Risola, diretor-executivo do Cietec (Centro de Inovação, Empreendedorismo e Tecnologia) – entidade que há 18 anos atua na área de gestão de habitats de inovação, e é a gestora da Incubadora de Empresas de Tecnológica de São Paulo USP/IPEN – contou sobre o histórico e o cotidiano da entidade. Ao final de sua fala, o especialista definiu o trabalho do Cietec: “Ajudamos startups na sua arquitetura empresarial para, ao menor tempo possível, provocarem alto impacto econômico, formando a inovação simples, segura e escalável”.

Os ministrantes foram Alberto Lanari Ozolins, gestor com passagens por empresas como Ericsson, Telemar, Alcatel e Nec; Marcelo Sant’anna, consultor de negócios e professor do Núcleo de Empreendedorismo do Inatel; e Luiz Buda, engenheiro de qualidade. O conteúdo do curso foi coordenado por Aluizio Guimarães, gestor de marketing do Cietec.

Guimarães destaca a heterogeneidade do público presente, composto por representantes de parques tecnológicos, prefeituras e universidades, além de pesquisadores. “A experiência para participantes e palestrantes foi muito positiva, por conseguirmos reunir um grupo bastante diverso e bem qualificado”, reflete o coordenador.

Com oito horas de carga horária total, na sexta-feira dia 19, o primeiro dia de curso, foram discutidos temas como planejamento financeiro e investimentos para o estabelecimento de incubadoras; além de organização de projetos: concepção de planos de atuação e métodos de gerenciamento de projetos. Já os dois últimos módulos, na manhã do sábado dia 20, trataram dos incubados (necessidades das empresas e métodos de atendimento e suporte) e fomento (financiamento e apoio de parceiros para execução de projetos).

FALE CONOSCO

Entre em contato conosco pelos telefones:  (11) 3039-8300 clique no botão abaixo e preencha o formulário de contato. Será um prazer atende-los!
Veja mais