NOTÍCIAS

Evento do Cietec em parceria com o IPT tirou dúvidas sobre o PIPE, da Fapesp

O Cietec e o IPT realizaram dia 25 de agosto um evento que orientou pequenos empresários no que diz respeito às inscrições no programa de Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas (PIPE), da Fapesp.

No evento, foram apresentados os benefícios de participar do programa de fomento e orientações a respeito de como estruturar ideias e criar bons projetos. O consultor de fomento do Cietec, Isac Wajc, deu dicas importantes e tirou dúvidas dos presentes sobre como funciona o investimento, os tipos de pesquisadores, propriedade intelectual e ainda sobre os itens financiáveis.

“Parece complicado, mas esses trâmites não existem para complicar a vida do empreendedor, eles são necessários para manter o status do programa e a taxa de inovação sempre em alta. Por isso, é preciso ter paciência e dedicação, sempre. Sem isso o negócio não passa de uma ideia”, comentou Isac.

Na sequência, Caio Oliveira, pesquisador assistente do IPT, mostrou cases e explicou sobre como funcionam seus laboratórios de teste e com emitir o laudo de funcionalidade – muito importante para o setor.

Jose Aluizio Guimarães, gestor de comunicação do Cietec, deu continuidade ao evento falando sobre o conteúdo técnico do PIPE, da experiência de ser um incubado, como o Cietec pode ajudar no processo do PIPE e qual o processo seletivo para fazer parte da Incubadora do IPEN/USP.

“Possuímos um ótimo ambiente, no qual o fluxo de ideias entre as empresas é muito grande, e isso é um alicerce importante para o crescimento das empresas. Além disso, o empreendedor tem condições de criar o seu networking enquanto nós ajudamos com o relacionamento com o mercado, com a academia e com as indústrias. Nós estamos aqui para ajudar no desenvolvimento de projetos bons e inovadores”, realçou José Aluizio.

Os empreendedores Rafael Mosna, da Pull Up, empresa de engenharia que promove soluções tecnológicas para projetos de eletrônica e manufatura integrada, e Samy Menasce, da Brasil Ozônio, especialista em soluções tecnológicas a partir do ozônio, estiveram presentes no evento para compartilhar suas experiências de incubação e da assistência ao participarem do PIPE.

Depois de uma rodada de perguntas e respostas, José Aluizio aconselhou os presentes. “O Cietec faz contatos e dá o caminho, mas para trilhá-lo é preciso levantar e fazer acontecer. Não adianta ter uma ideia e deixá-la guardada a sete chaves, pois ter uma ideia é a mesma coisa que nada. Ela precisa ser executada com uma equipe estruturada, já que ninguém faz nada sozinho, para poder acontecer”, finaliza o gestor.

FALE CONOSCO

Entre em contato conosco pelos telefones:  (11) 3039-8300 clique no botão abaixo e preencha o formulário de contato. Será um prazer atende-los!
Veja mais