Perguntas Frequentes

Dúvidas? Encontre aqui respostas aos questionamentos mais frequentes sobre a
Incubadora de São Paulo USP/Ipen –  Cietec, o Processo Seletivo, o Programa de Incubação, etc.

Se você não encontrou uma dúvida igual a sua, mande uma mensagem que teremos prazer em responder,
ou participe da Palestra de Apresentação.

Existe um custo para incubar um projeto (mensalidade)?

Sim, o funcionamento da Incubadora é regido por um Termo de Adesão à Incubadora – TAI, no qual está definida uma  Taxa de Adesão Associativa mensal das empresas incubadas.

Esse recurso custeia a gestão da Incubadora de Empresas de Base Tecnológica de São Paulo IPEN/USP, tanto para manutenção da infra-estrutura e quanto para a equipe de apoio às empresas.

De acordo com a última versão do Termo de Adesão à Incubadora – TAI:

CLÁUSULA V – RECOLHIMENTO DE VALORES

01 – A EMPRESA deverá efetuar o recolhimento mensal da Contribuição de Adesão à Incubadora, com vencimento sempre no dia 10 (dez) do mês subseqüente, corrigida a cada 12 (doze) meses com base na variação acumulada, no período, do IPC/FIPE, conforme opção da modalidade de incubação, nos seguintes valores:

– Empresa Tecnológica Pré-Incubada Residente: R$ 995,00 (novecentos e noventa e cinco reais) compreendendo:

(i) apoio de natureza tecnológica e mercadológica, utilização de infraestrutura e instalações de uso compartilhado; e,

(ii) cessão, para uso exclusivo, de espaço físico (módulos) de até 10 m2,

Observação: para a cessão de espaço físico para uso compartilhado (co-working), o valor da taxa de adesão é de R$ 665,00 (seiscentos e sessenta e cinco reais).

– Empresa Tecnológica Incubada Residente: R$ 2.610,00 (dois mil, seiscentos e dez reais), com desconto de 10% nos primeiros 12 (doze) meses de vigência do respectivo TAI, compreendendo:

(i) apoio de natureza tecnológica e mercadológica, utilização de infraestrutura e instalações de uso compartilhado; e,

(ii) cessão, para uso exclusivo, de espaço físico (módulos) de até 50 m2.

– Empresa de Tecnologia de Informação e Comunicação Incubada Residente: R$ 1.410,00 (um mil quatrocentos e dez reais), com desconto de 10% nos primeiros 12 (doze) meses de vigência do respectivo TAI, compreendendo:

(i) apoio de natureza tecnológica e mercadológica, utilização de infraestrutura e instalações de uso compartilhado; e,

(ii) cessão, para uso exclusivo, de espaço físico (módulos) de até 12 m2.

Observação: para módulos com área de até 20 m2, o valor da taxa de adesão é de R$ 2.080,00 (dois mil e oitenta reais), com desconto de 10% nos primeiros 12 (doze) meses de vigência do respectivo TAI.

– Empresa Tecnológica Pós-Incubada Residente: R$ 3.585,00 (três mil, quinhentos e oitenta e cinco reais), com desconto de 10% nos primeiros 12 (doze) meses de vigência do respectivo TAI, compreendendo:

(i) apoio de natureza tecnológica e mercadológica, utilização de infraestrutura e instalações de uso compartilhado; e,

(ii) cessão, para uso exclusivo, de espaço físico (módulos) de até 50 m2.

Observação: A partir de 50 m2, o valor deverá ser acrescido de R$ 45,00 (quarenta e cinco reais) por m2 adicional.
– Empresa Tecnológica Incubada Não Residente: R$ 995,00 (novecentos e noventa e cinco reais) compreendendo, exclusivamente, apoio de natureza tecnológica e mercadológica.

– Empresa Tecnológica Pós-Incubada Não Residente: R$ 700,00 (setecentos reais) compreendendo, exclusivamente, apoio de natureza mercadológica.

Tenho uma ideia, a Incubadora tem uma equipe para desenvolvê-la?

 

Não. O Cietec abriga empresas e apóia empreendedores, cada qual desenvolvendo sua ideia.

Claro, o ambiente da incubadora é importantíssimo para criar sinergias entres as empresas e projetos.

Esse é un dos aspectos mais valiosos de se estar numa incubadora de empresas.

Mas, é fundamental ter uma equipe para tocar o desenvolvimento.

Ter ideias é a parte mais fácil. O desafio é implementa-las bem.

 

 

 

Posso marcar uma reunião para contar a minha ideia, antes do Processo Seletivo?

O Cietec não tem equipe disponível para atender todas as solicitações de análise prévia das ideias e projetos.

Recomendamos firmemente que você participe do Processo Seletivo, ele vai  te ajudar a colocar as ideias do papel.

Ou participe da Palestra de Apresentação, que é um oportunidade para conhecer melhor a Incubadora.

Posso enviar a Proposta online?

Sim, o Processo Seletivo para a Incubadora de São Paulo agora só pode ser feito online. Inclusive você pode gerar o boleto e enviar por email o comprovante de pagamento, para confirmação da inscrição.

Pelo site, você pode preencher a proposta aos poucos e até desistir, antes de realizar o pagamento e efetivar seu interesse em participar do processo seletivo.

Acesse o Processo Seletivo.

 

Qual é o apoio do Cietec para as empresas incubadas?

O Cietec oferece na Incubadora de Empresa de Base Tecnológica de São Paulo USP/Ipen, uma plataforma de apoio às empresas incubadas:

• Acesso às laboratórios, universidades e instituições de pesquisa, especialmente no IPEN e USP;
• Apoio na elaboração de solicitações para acesso às agências de fomento e investidores privados;
• Assessoria na elaboração dos planos de investimento e desenvolvimento de negócios;
• Apoio jurídico empresarial, de propriedade intelectual e design;
• Assessoria em marketing, comercialização e relacionamento com grandes empresas;
• Capacitação em gestão empresarial;
• Infra-estrutura de uso compartilhado, salas de apoio e reunião, acesso à Internet de banda larga e telefonia;
• Acesso à informações e serviços cientificos e tecnológicos.

Acesse o Apoios.

 

O Cietec investe nas empresas incubadas?

O Cietec e a Incubadora de Empresas de Base Tecnológica de São Paulo USP / Ipen não são agentes financeiros ou de fomento, não dispõem de recursos para investimento direto, nem agenciam recursos de fomento público.

No entanto, é parte da nossa missão apoiar as empresas na busca por recursos das principais agências de fomento do Brasil, monitorando as oportunidades e promovendo oficinas e palestras para qualificar as propostas apresentadas por nossas incubadas junto à essas entidades.

Também promovemos a aproximação das empresas com Fundos de Investimento e Investidores-anjo, para que essas empresas estejam no pipeline desses gestores.

 

Como saber se meu projeto se encaixa na Incubadora?

O Processo Seletivo foi concebido para auxiliar o empreendedor a qualificar a sua ideia a medida em que vai preenchendo sua Proposta de Incubação.

Como em todo processo de avaliação, há uma grande margem a subjetividade e interpretação.

O fundamental é que você avalie se a sua ideia ou empresa, apresenta uma inovação em algum grau, ou seja, se o produto, serviço ou processo derivado dela, transforma de forma incremental ou radical, a maneira como algo vem sendo produzido.

Também verifique se essa inovação é de Base Tecnológica, ou seja, se incorpora algum tipo de conhecimento técnico específico. Não precisa ser alta tecnologia, uma “ciência de foguetes”. Pode ser uma tecnologia social, um novo modelo de negócio, processo industrial, ou, é claro, um produto ou serviço inédito.

Ou ainda alguma aplicação tecnológica disruptiva, ainda experimental, para a qual, ainda não existe um mercado definido.

Nosso objetivo é apoiar empreendedores e empresas, que podem ser pesquisadores, mas não somos um Centro de Pesquisas de perfil acadêmico, embora tenhamos relações importantes com essas entidades.

Resumidamente, para nós, inovação é transformação de conhecimento em produtos e serviços para o mercado.

Acesse o Apoios.

 

Como baixar o Edital?

O edital está disponível nesse link. Outros documentos importantes são o Termo de Adesão à Incubadora e o Roteiro para Proposta, para entender que você possa entender os contratos da Incubadora de Empresas de Base Tecnológica de São Paulo USP / Ipen – Cietec.

Qual o espaço (tamanho dos módulos) que a Incubadora oferece?

1. Modalidade Pré-Incubação Residente de Empresas de Base Tecnológica
– Hotel de Projetos – módulos de 12m2 e um espaço de co-working com 32 postos de trabalho.

2. Modalidade Incubação Residente de Empresas de Base Tecnológica
– Módulos de 30 a 50m2

3. Núcleo de Empresas e Empreendimentos Tecnológicos Inovadores
– Módulos de 100 a 250 m2

Também são admitidas empresas não-residentes.

Saiba mais sobre as Modalidades de Incubação

O que é necessário para que uma empresa se enquadre na Incubadora?

Sua proposta deve apresentar uma ideia, conceito ou um negócio, que seja inovador, de base tecnológica.

Por inovação entendemos um aprimoramento incremental (que melhora algo que já existe) ou disruptivo (completamente novo) técnico em um produto ou serviço que é, ou será, oferecido ao mercado.

Não é necessário que seja de alta tecnologia. Também pode ser no modelo de negócio.

O importante é que seja demonstrado que o empreendedor tenha capacidade para implementar o projeto. Se tiver um equipe com ele, ainda melhor.

Não estou em São Paulo, posso me incubar?

 

Sim, é possível ser uma incubada não residente.

Estar na incubadora é muito importante, pois fica mais prático para participar de oficinas, cursos e palestras.

E para encontrar outros empreendedores, o quê ajuda muito nessa fase.

Preciso ter uma empresa já constituída, com CNPJ, para incubar?

Não é necessário um CNPJ para participar do Processo Seletivo, mas sim para ingressar na Incubadora.

A proposta pode ser apresentada por um CPF, mas não é permitida a incubação como Pessoa Física.

Caso o interessado não possua ainda um CNPJ, após a aprovação da proposta, será dado um prazo de 90 dias para constituição da empresa.

Posso apresentar mais de uma ideia no Processo Seletivo?

 

Poder, pode.

Mas, lembre-se, ter “várias ideias” não é melhor do que ter um bom projeto único, que você tenha capacidade técnica e vontade para realizar.

Escolha sua melhor ideia, pensando que será necessário muito foco e dedicação realiza-lo.

 

Posso participar da Incubadora sem ser um empreendedor?

 

Sim, você pode participar como um colaborador nas empresas incubadas.

Mas, sempre será necessário ter uma veia empreendedora, resiliência e disposição para se arriscar.

Acompanhe aqui Trabalhe nas Startups as oportunidades disponíveis.

Outra dica:  forme uma equipe com competências complementares e, juntos, apresentem um projeto para incubação.

È possível uma empresa de mercado se aproximar e ter oportunidades de inovação junto às empresas incubadas?
O Cietec tem incentivado o relacionamento entre nossas startups e empresas de vários portes, tanto para o desenvolvimento de novos fornecedores (utilities, facilities, insumos, etc),  quanto para projetos conjuntos de inovação aberta (novos negócios, produtos e serviços inovadores) . 
 
Em ambos os casos, dado o caráter multi-setorial da Incubadora, há diferentes oportunidades para  conduzir esse relacionamento:
 
1. Avaliação do nosso portifólio pelas áreas de inovação e novos negócios das empresas
2. Prospecção conjunta de novas tecnologias ou empreendimentos no mercado
3. Incubação de spin-offs de grandes empresas ou novas startups 
 
Se tiver interesse em conversar sobre o tema envie um email para mkt@cietec.org.br
Tenho uma empresa de consultoria ou escritório de representação comercial, posso me incubar?
 O foco da Incubadora são empresas de base tecnológica que estão desenvolvendo produtos e serviços inovadores.

Por inovação entendemos um aprimoramento incremental (que melhora algo que já existe) ou disruptivo (completamente novo) técnico em um produto ou serviço que é, ou será, oferecido ao mercado.

Não é necessário que seja de alta tecnologia. Também pode ser no modelo de negócio.

Consultorias e escritórios de representação comercial normalmente fogem desse escopo.